Fiz. Faço. Farei.

sábado, 7 de janeiro de 2017

1 instante

O meu estágio profissional cumpre agora seis meses. Faltam outros três para terminar e quando olho para trás penso que isto passou num instante. E se meio ano passou a correr, estes últimos três meses vão ser em contra-relógio. Depois disto uma incógnita...
Até aqui tem corrido tudo bem. Sinto-me crescer profissionalmente, sinto conhecer-me melhor a cada dia que passa. Sei o que sei, sei o que não sei e tenho mais noção do que não sei e das minhas fraquezas do que o contrário. E isto só pode ser bom para me obrigar a estudar, a trabalhar, a nunca perder a motivação e vontade de aprender. É verdade que não tenho feito formação, é verdade que tenho falhado a esta parte. Tenho adiado fazer coisas também por causa do dinheiro e como agora tenho mais despesas tento gerir o dinheiro de forma mais ponderada. Mas é um projecto a curtíssimo prazo fazer e-learning e umas formações que estão mesmo a chamar por mim.
Na farmácia sinto-me cada vez mais confiante, sem medo de estar frente-a-frente com as pessoas, já falo com mais certeza, dou a minha opinião, brinco com as pessoas, sou cada vez mais eu todos os dias. Até com as colegas e sobretudo com uma que é... particularmente especial [if you know wht I mean]. Inicialmente tinha receios - de falar, de dizer asneira, de fazer asneira, das anedotas, risadas, maluquices. Pois que agora tô nem aí. Sou eu na minha essência, ela tem-se rido à pala comigo e no meio da minha loucura tudo se torna mais divertido.
Continuo a achar que tive mesmo sorte em ter ido para ali estagiar. Fui eu que escolhi aquele sítio mas podiam-me ter calhado outros na rifa. Aquela malta é mesmo brutal. Adoro-os! Adoro-os sem excepção porque mesmo os que gosto menos me fazem sentir bem comigo e me deixam ser eu própria. Às vezes dou por mim a rir, sozinha para os meus botões. Só porque sim! Porque ali sou feliz.
Já há mais de um ano que pertenço àquele lugar e apesar de não saber o que vai ser de mim quando acabar o estágio profissional - se fico ali, se vou ter de ir procurar trabalho a outra porta - acho que vou sempre gostar deles e fazer um bocadinho parte daquela equipa. E ser grata por tudo o que aprendi e fui com eles.

3 comentários:

Anónimo disse...

Posso fazer-te uma pergunta indiscreta? Aceitaste o estágio profissional porque na altura estavas ainda a escrever a tese? Beijinho

Janny disse...

vais ver que tudo vai correr bem ;)

Pam disse...

Não se pode fazer fazer EP sem terminar a tese... Com a tese terminada, termina o curso e só depois disso o estágio pode ser aprovado.