Fiz. Faço. Farei.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

histórias de uma estagiária

Como já vos disse, estou a estagiar numa farmácia. Nos próximos 4 meses será esta a minha vida e, quando terminar o estágio, apresento o relatório e a monografia e termino, finalmente, o curso [ASSIM SEJA!].
Lá na farmácia somos 8 pessoas e eu, até agora, gosto de todas. Sou uma pessoa muito fácil... Mas a verdade é que todos têm sido simpáticos e disponíveis comigo. Nesta fase inicial, em que tenho imeeeensas dúvidas, passo a vida a interromper o trabalho deles e a chamar toda a gente para perguntar muitas coisas. Isso incomoda-me, porque penso que estou a causar-lhes transtorno ou a ser chata. Mas nunca me torceram o nariz nem se recusaram a ajudar-me.
Quanto às minhas tarefas, não tenho feito muito mais do que dar entrada de encomendas e arrumar medicamentos. Dito assim, parece pouca coisa [e é, comparada com tudo o que há para fazer dentro de uma farmácia] mas, na prática, envolve uma série de outras actividades como verificar preços, verificar códigos, satisfazer reservas de medicamentos, fazer devoluções de produtos, pedir medicamentos aos fornecedores, verificar descontos comerciais, etiquetar produtos, and so on... Ou seja, eu ando sempre ocupada e, todos os dias, aprendo alguma coisa e ganho autonomia.
Por um lado, quero passar à próxima fase e começar a aviar ao balcão. Mas, por outro, sei que é importante passar pelos bastidores para estar mais confiante do lado do público. E, quando isso acontecer, quero estar à altura e fazer boa figura.

Sem comentários: