Fiz. Faço. Farei.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

# cinquenta e quatro - ERASMUS UAH

Depois do jantar de ontem, fomos todos beber uns canecos. Elegemos um bar low cost muito agradável, com música ambiente e bem frequentado e aí ficámos até bem tarde.
Madrugada fora, ainda a noite era uma criança, fomos a outro bar, este mais parecido a uma discoteca. É um sítio de encontro de estudantes Erasmus onde os meus colegas franceses nos convenceram a ir. Foi uma noite espectacular! Divertimo-nos imenso, bebemos umas rodadas de tequila [já não me lembrava de beber shots de tequila... desde os meus primeiros anos de curso!] e dançámos até fartar. Fizemos montes de fotos, ainda tivemos direito a uns brindes que uma marca de whisky lá estava a oferecer (colares de missangas amarelos, chapéus, cachecóis de penas, etc.), uma comédia!
Já perto das 5 horas saímos do bar e os franceses queriam que fossemos a uma discoteca. Mas a entrada custava 4 euros e nem eu nem a minha amiga D. queríamos pagar esse dinheiro para estar lá uma hora. Foi uma risada incrível todo o processo de persuasão deles os dois para nos arrastar, incluindo o argumento "4 euros não é nada!!! Isso é grátis para nós!"...
Bem, a verdade é que estávamos mortos de cansaço, já bebidos e cheios de frio de estar no meio da rua a tentar decidir se cedíamos à vontade deles ou se íamos para casa. Venceu esta última, mas com a certeza de que a noite foi vivida da melhor forma, muitas gargalhadas e lágrimas à mistura porque, afinal, era as despedidas finais.
E era a última despedida da D. que, nesta aventura, foi com quem criei mais ligação, amizade e afecto. Guardo-lhe muito carinho e muita gratidão por todas as vezes que me chamou a sua casa, pelos jantares, pelos almoços que me fez e ofereceu, por tudo.
Foi a última noite, não sei quando os voltarei a ver mas sei que festejámos e fizemos as despedidas merecidas. E eu continuo a repetir - melhor que isto era impossível!
[31/10/2015]

Sem comentários: