Fiz. Faço. Farei.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Coisas pelas quais sou doida #3

QueijosTodos e mais alguns!
Em que momento é que o queijo não é bom? NUNCA. É bom ao pequeno-almoço, juntamente com fiambre, compotas ou mel. É bom com bolachas de água e sal, ao meio da manhã. É bom depois de almoço, como sobremesa [a acompanhar uma maçã é divinal]. É bom no próprio almoço, seja ralado em cima de uma salada, seja derretido em pizzas ou lasanhas, seja em cima de um bife com um ovo a cavalo.
E depois, que queijos é que não são bons? NENHUM. Uns são mais agradáveis do que outros, está bem. Mas todos, de modo geral, são óptimos. Eu gosto de queijo fresco, queijo creme natural ou com ervas e alho. Gosto de queijos moles e suaves e adoro queijos mais duros e amarelados, picantes e fortes. Lembrei-me agora do queijo da Ilha que é qualquer coisa de espectacular!!!
Além dos queijos em si, outra coisa de quem também gosto imenso são as feiras... de queijo. Gosto daquele cheiro, de ver as cores e formas deles todos, uns pequeníssimos e muito caros e outros enormes, com mais de cinco quilos, em cima dos quais quase nos podemos sentar. Gosto de ver aquela quantidade toda, a variedade, as texturas, os diferentes cheiros que têm.
Para não se estragarem duas casas, o dito-cujo também é um enorme amante de queijo. Se isto é bom? É bom porque no dia em que não me apetecer fazer o jantar, saltam duas espécies de queijo para cima da mesa e ficamos os dois satisfeitos. Mas aposto que a despesa mensal em queijos vai ser um bocadinho exagerada.

1 comentário:

Bad disse...

Eu tbm sou louca por queijo, de todos os tipos! Conseguia fazer refeições só de queijo várias vezes por semana :) Acho que é uma coisa que ou se gosta ou se odeia.