Fiz. Faço. Farei.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Trabalhos de grupo - PORQUÊ?

Sou uma egoísta e uma vaidosa, assumo. Mas trabalhos em grupo, não obrigada, eu faço sozinha! E acreditem que faço bem melhor do que com desajudas. Ou então, na melhor das hipóteses, fico com aqueles colegas que não gostam de fazer nenhum e assim trato do trabalho como se fosse só meu, com a diferença que leva os nomes de todos.
Sou muito metódica no que diz respeito a trabalhos. Gosto de ser exigente comigo mesma e, quando mete mais gente, tento transmitir alguma responsabilidade. Mas nem sempre é fácil e depois as coisas não ficam exactamente como eu quero e gosto - no mínimo, que não haja erros ortográficos!
Mas há. Desses e de todos os tipos: formatações do pior que eu já vi, letras grandes e pequenas e itálicos e negritos, erros científicos (OH-MEU-DEUS!!!) e, para juntar à festa, colegas de grupo que deixam tudo para a última e, quando dão por ela, não o podem fazer porque têm não sei o quê combinado. A sério, pessoas? Estamos em que nível, mesmo?
É por isto que eu detesto cada vez mais estes trabalhos que, no fim de contas, não têm peso nenhum na avaliação. Se nos querem dar trabalho, ao menos inventem outras coisas mais dinâmicas porque trabalhos de grupo são sempre a mesma fantochada.

1 comentário:

Jude disse...

Se há coisa de que não tenho saudade é de trabalhos de grupo! Sempre preferi fazer tudo sozinha. E tinha melhores notas quando trabalhava por conta própria do que com companhia!