Fiz. Faço. Farei.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

resoluções de ano novo - ainda vou a tempo?

Pois é, ao décimo terceiro dia de Janeiro, decidi que queria mudar. Ultimamente, sinto que estou diferente e não gosto nada desta mudança. Parece que uma raiva mora dentro de mim, nunca me larga e, pior que isso, tem-me transformado numa pessoa rancorosa, mal-disposta, e demasiado crítica. Ainda ontem li uma frase que me fez enfiar o barrete imediatamente: "A raiva, no insensato, sempre vira mágoa ou desconfiança. A raiva, no lúcido, sempre vira prudência e liberdade". Portanto, e porque enxergo que as minhas atitudes não têm sido as melhores e não são reflexo da pessoa que sou [que julgo ser, claro!], quero e espero conseguir alterar isso o quanto antes.
Sempre me acusei e apontei o dedo por ser boa demais para os outros, especialmente quando eles não conseguem reconhecer ou agradecer isso. Mas agora sinto-me vazia e infeliz, ao ter deixado de dar de mim. Afinal, vale mil vezes mais ser bom com os outros, mesmo que eles nos virem as costas depois. Assim como assim, fiz o que me mandava o coração.
Bem, isto tudo para dizer que me decidi, finalmente, a mudar vários aspectos da minha vida, e a vários níveis. Aqui vai uma to-do-list, para não me esquecer dos meus compromissos para comigo, embora alguns deles só possa, na prática, começar a cumprir lá para Fevereiro, quando regressar a Coimbra e terminar os exames:
- Quero ser melhor pessoa: deixar-me de julgamentos e de raivas por coisas do passado. O que lá vai, lá vai, e desperdiçar o presente por causa do que já devia estar morto e enterrado é um grande desperdício. Afinal, só vivemos uma vez!
- Quero comer melhor: há uns meses escrevi um post sobre este assunto e acho que não consegui cumprir, sobretudo porque com a chegada da época de exames é demasiado difícil resistir ao frigorífico. Mas desta é que vai.
- Vou entrar para o ginásio: quero dizer, nem que o meu ginásio seja o Parque Verde do Mondego! É mais vistoso que quatro paredes forradas de espelhos e recheadas de máquinas e fica muito mais barato! Aliás, se não fosse pelo preço elevado que eu acho que os ginásios cobram, eu inscrevia-me num. Sendo assim, alicio a I. para umas corridas junto ao rio que nos saberão muito bem.
- Quero ocupar mais o meu tempo: para quem se queixa de falta de tempo, eu acho é que tenho tempo a mais. Vou participar mais em iniciativas de cariz social, vou continuar a minha busca por um programa de voluntariado, vou inscrever-me na Acreditar e vou começar a lutar mais pelo meu futuro e lugar profissional. Claro que ainda tenho caminho pela frente até terminar o curso mas, enquanto isso, quero crescer e enriquecer-me o mais possível.
- Quero comprar umas New Balance ou umas Nike Running. Esta é a parte consumista e fútil  dos meus desejos mas acho que assim até terei mais vontade de dar umas corridas por Coimbra. Oh se terei! Ontem fui a uma loja de calçado que não conhecia, no Dolce Vita, e morri de amores por umas. Até vou fazer uma caixa linda para colocar dinheiro de parte até as poder comprar.

1 comentário:

Margot disse...

claro, resoluções são sempre bem-vindas, desde que sejam cumpridas :)
r: o acaso é a melhor 'invenção' do mundo, tem a capacidade de nos surpreender :p
obrigada, também és ou estás em coimbra? oh, sim, isso se não tiver recursos em fevereiro, que já tenho alguns em janeiro :c