Fiz. Faço. Farei.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Melhor amigo

(...) Não há números para contar, não há tempo, não há espaço nem há modo. Há apenas a minha pessoa, a minha palavra e o meu coração, que eu sei que tu mimas e proteges. Há a minha felicidade e gratidão por conhecer alguém como tu e por saber que também gostas muito de mim. Há a minha confiança e a minha garantia de que o que é nosso, é nosso. E o que é nosso é tão bonito e é tão grande que não vai caber na próxima página. Por isso vou terminar já.

Muitos parabéns, amigo.

1 comentário: