Fiz. Faço. Farei.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

21 anos, uma manta e uma lareira

Sinto-me velha. Reformulo: sinto-me pouco jovem.
Com apenas 21 anos, o que me mais me apetece é estar em casa, na companhia da família e do namorado. Pijama vestido, manta e chávena de chá. Uma lareira e um filme. Há programa melhor para um Sábado à noite chuvoso e frio?
Já não me lembro da última vez que fui a uma discoteca ou que saí à noite para só voltar às cinco da manhã, esgotada de dançar. Arrisco dizer que há mais de um ano que não sei o que é estar ansiosa todo um Sábado, pensar na roupa e fazer a depilação unicamente com o propósito de ir a uma festa daquelas mesmo boas.
Não me lembro e, sinceramente, não tenho saudades. Esta falta de vontade de sair veio, também, por causa de ter percebido que os meus "amigos", com quem passava os meus fins-de-semana, dispensavam a minha companhia e estavam-se nas tintas para mim. Tudo bem, se é assim, faço-vos o favor de não atrapalhar a vossa vida. Desde aí, fui deixando de sair e, com a chegada do mau tempo, a única coisa que me arranca de casa é um café num sítio calmo, na companhia do namorado e de outro casal de amigos.
Parece ridículo, mas tenho cada vez menos vontade e paciência para sair à noite. Isto é de mim ou acontece-vos o mesmo? Sou uma menina mas sinto-me na terceira idade. A bem dizer, há idosos bem mais fixes que eu.

3 comentários:

Layanne Eduarda disse...

Ah Pamela, isto tem acontecido comigo. Já cansei de tentar achar que é coisa da minha pobre cabecinha.

http://sejalivrevoe.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/pages/Seja-livre-voe/235130093194645?fref=ts

Jo disse...

Revejo-me neste texto. Raramente saio para uma discoteca, quanto muito vou a um café ou a um bar mais calmo com o namorado e um ou outro amigo. Mas sim, ficar em casa é quase sempre a opção. Primeiro, o dinheiro não abunda, e essas saídas tornam-se caras. Depois, não retiro delas assim tanto prazer... prefiro - sem comparação! - horas e horas de conversa num café ou noutro sítio qualquer, em que posso falar sem estar aos berros. Problemas com um antigo grupo de "amigos" também ajudou a esta situação... mas sinceramente não me sinto mal por isso.

Beautiful Day disse...

Não tens de te achar pouco jovem só porque não te identificas com os gostos da maioria dos jovens. Tenho só mais um ano que tu e não gosto nada de discotecas. Tal como referiste, prefiro muito mais um café. Se te sentes bem assim, não tens de te preocupar. :)