Fiz. Faço. Farei.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

madrugadas tristes

De dia, ocupada e entretida com as aulas, com as pessoas e com a minha vida, parece que nada se passa. O dia-a-dia rouba tempo ao cérebro e, assim, não se vai pensando em coisas más, em problemas, em chatices.
Mas à noite, quando me deito e o que mais quero é desligar, a tristeza instala-se e não me deixa dormir. Sinto-me sozinha, infeliz e deslocada - do mundo e das pessoas. Não sei o que se passa comigo mas sei, com cada vez mais certeza, que não estou bem aqui. Queria tanto ir embora, procurar um sítio onde me sentisse realizada e feliz. Mas que é da coragem?

Sem comentários: