Fiz. Faço. Farei.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

ao sétimo semestre de vida (académica)

Parece que estou farta disto! No começo de mais um ano, quando ainda está tudo no início, sinto-me cansada. Não me refiro a um cansaço físico, mas antes falta de ânimo, de entusiasmo, de determinação. Falta-me vontade de fazer coisas, de entrar no ritmo, de organizar o meu horário e a minha vida. As responsabilidades crescem em cima dos meus ombros, empurrando-me para baixo. Os problemas já começaram, outros ainda estão pendentes desde as férias. Tudo por culpa de terceiros, que se fosse por minha não me podia queixar...
Ao mesmo tempo, a vida académica também já me cansa. Só fui a Coimbra hoje, porque era hoje o dia de escolher horário. Aceitei, a muito custo, um convite para jantar amanhã com colegas do carro da Queima. A praxe já não me diz muito, o jantar de curso deste ano passou em falso, as pessoas aborrecem-me e ainda só estamos no início.
Sei que este sentimento se deve ao facto de ter passado os últimos meses em casa, sem fazer nada de especial. Rotinei o corpo e mente a não fazer nenhum, a dormir mais de dez horas por dia, a deixar tudo para depois e agora está-me a custar adaptar à velocidade dos dias.
Ainda assim, sei que o regresso só me vai fazer bem. Preciso imenso de ter actividade, de me mexer, de andar de um lado para o outro a tratar das minhas coisas [os meus glúteos agradecem!]. Preciso de matar as muitas saudades das amigas, pôr milhares de assuntos em dia e desanuviar. Sobretudo e principalmente, desanuviar de memórias tristes e cinzentas, de pessoas más e ingratas, de "amigos" que nunca mereceram esse adjectivo. Preciso de sair, de me divertir, de ter a cabeça ocupada com tudo e mais alguma coisa e de estudar, claro, que não posso andar dez anos para acabar o curso.
Ainda me falta tanto para andar que, se começar a cair agora, chego toda partida ao fim do percurso. Se é para aproveitar o que falta, então que seja já!

2 comentários:

Jude disse...

Também passei por essa fase... Acho que é normal! Mas vais ver que com o tempo a paixão por Coimbra reaparece! ;)

Layanne Eduarda disse...

Acontece, infelizmente de estar muitas vezes por um fio. Mas não te deixes abater por isso. De certeza, vão haver coisas muito boas para acontecer e te deixar bastante animada e com aquele pico todo. :)

Há dias que não são dias...